sábado, 13 de dezembro de 2008

Menage Masculino


Oi pessoal que acessa meu blog, acompanha e manda email com sugestões, o assunto hoje para o final de semana é o tão concorrido e oferecido pela internet na maioria dos homens, o menage masculino.

O famoso envolvimento entre "dois" homens e uma mulher, indiferente se forem amigos, casal ou namorados, o lance principal é a curtição, onde a mulher pode transar e satisfazer todas as suas fantasias e desejos com dois ao mesmo tempo, e digamos de passagem que uma mulher consegue muito bem dar conta do recado, não precisa ser nem experiência no assunto para fazer.

A questão do menage masculino que mais surge dúvida é com quem vai se fazer.

Casais que curtem esse tipo de sexo, geralmente tem uma grande procura por homens, todos querendo de qualquer forma, fazer parte desse momento especial, a grande maioria por curiosidade, outros por que viram alguns amigos fazerem e comentaram, e muitos curiosos mesmo, afim de uma boa brincadeira , agora experiêntes neste caso, são poucos, e não falo de experiência em relação ao sexo, e sim de experiência em relação a cabeça , pensamentos e uma opinião formada e entendida da coisa, o que ja limita em 4,5% das ofertas, os que realmente estão capacitados para tal relação.

O texto abaixo veio de um casal do Sexlog, em colaboração ao assunto.

"Olha Lê, nós curtimos o lance do menage masculino sim, mas procuramos não expor isso no log, lá deixamos que procuramos por casais e afins, porquê se abrirmos este lado, a grande oferta de homens despreparados surgiriam em demasia, a grande maioria casado, comprometido e que utilizam o termo " minha mulher não curte" para poderem se divertir sozinhos.

A grande maioria desses homens, estão desesperados por estarem com um casal, ter o prazer de pegar a mulher do outro na frente do marido, mas se as situações fossem inversas, alguém fosse ficar com a deles, eles não aceitariam, então é esse o lance da cabeça sobre menage, so fizemos menage, com homens que também gostaria e tem a mesma fantasia com suas e esposas, namoradas ou companheira, demais a gente da um jeitinho de dispensar e deixar eles amadurecerem.....


Espero que tenha ajuda sobre a nossa opinião, teu Blog ta matando a Pau, parabéns!"

Casal Sul Porto Alegre.


Realmente o texto do casal acima tem muita veracidade, por esse motivo, muitos casais não se envolvem com esse tipo de homem, que tem esse pensamento egoista de pose, onde apenas ele pode realizar a fantasia , mas reprime da mulher realizar a sua.

E tem aqueles que ainda dizem, que estão fazendo um favor ao "corno" , porque eles não tem esssa tendência de repatir a mulher, mas que ajudam aqueles que gostam da coisa, ( Sem cabimento essa expressão..)

Dica para os casais que curtem, ao conversar com os homens, invertam as situações, e logo voces vão perceber como são as respostas vinda no msn, é claro, tem safado que mente pra caramba, mas isso a gente consegue depois filtrar, por indicações de outros casais , que ele ja tenha saido.


Obrigado a todos e um bom final de semana.


Beijos da Lê

13 comentários:

Ksex disse...

Concordo 100% com o que vc escreveu. Não nego que se for chamado, talvez fizesse, mas por curiosidade e pq estou solteiro. Mas como eu não gostaria que um outro homem transasse com a minha mulher, nem fico fantasiando ou procurando isso.

Seria muita babaquice minha entrar num manage e depois negar minha mulher. Pior... participar de um e depois descobrir que ela tem interesse nisso e negar. "Eu posso, mas vc não pode".

O que mais tem por ae é desesperado por sexo. Esse comportamento do casal que vc mostrou, eu venho percebendo faz um tempo. Muitos estão "escondendo" o verdadeiro interesse, juntamente para filtrar os "aventureiros"

gigante disse...

Concordo com o casal do sul..mas ja sugeri p minha esposa q n aceita..da mesma forma q gosto d pegar a mulher do outro..tmbm gosto d ver a minha sendo devorada por ele...isso n e se divertir sozinho..
bjs e ate...
gigantearrombador@hotmail.com

Vermelho disse...

Ótimo artigo Lê.

Guima disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Anônimo disse...

(Meu teclado esta configurado em ingled, por isso a nao acentuacao das palavras)

Ola Leticia, saiba que e um prazer escrever para voce, tendo em vista ser o meu primeiro contato a respeito do assunto.

Ja a algum tempo, eu e minha noiva estamos procurando manter contato com mulheres que ja tenha tido experiencia com o menage masculino porem tem sido bastante dificil encontrar. Vendo seu blogger nos sentimos bastante a vontade diante da forma como voce expoe os fatos e suas experiencias.
Por sermos leigos no assunto, imaginamos que entenda e nos ajude a encorajarmos.
Bem, ja e um fato que queremos muito praticar o menage masculino, desejar um outro homem no meio de uma tranza nos deixa muito escitado, nos assistimos varios videos onde dois ou mais homens tranzam com uma unica mulher e isso e infinitamente prazeiroso, nos imaginamos ali.
Nao pense que nos nao temos buscado informacoes a respeito, temos lido diversas materias sobre o assunto e tem sido muito bom porem queremos conversar com pessoas que ja tenham experimentado e claro, que tenham gostado.

Esperaremos anciosos um contato seu. Obrigado!

adguima@gmail.com

Anônimo disse...

olá concordo c/ vc realmente muitos casais querem praticar o menage masculino por curiosidade
mas sinceramente eu quero satisfaser o desejo da minha ficante que quer provar um pau grande e grosso de verdade acima de 20cm estamos procurando um macho branco ou moreno claro de 1.70m a 1.80m alt e peso proporcional p/ comer ela bem comida. bjus

Leon e Rose disse...

Às esposas e maridos, sobre "comedores" (ja postado por ai).
Sobre esses auto-entitulados “comedores” que ficam aí boiando n’água dos chats.São uns porres! Os relatos eróticos deles são em geral deprimentes – e também a ortografia. Nos chats, vêm em reservado: “Eu quero meter no c... da tua mulher na sua frente, seu corno manso!” Vão meter nos c...s das mães, pô! Minha mulher os acha uns abaixa-tesões.Tem marido que gosta de ser agredido e espezinhado assim. Eu sei, mas acho que eles devem procurar um psicanalista. Compartilhar o prazer conjugal, em si, é algo já presente na antiguidade, na idade média européia entre os celtas, entre Tupis na época dos descobrimentos, ainda hoje entre esquimós e algumas tribus africanas, etc. Só a babaquice machista hebraico-cristã é que fez disto algo vexatório.Já a humilhação a que se submete um marido ante um destes bostas (os tais comedores) é masoquismo,coisa de escravidão, servidão, “Direito da Pernada” medieval.
Bem, eu curto intensamente compartilhar minha mulher na cama, e ela, mais jovem, adora isto. Mas corno, corno no duro, geralmente são os tais comedores. Um desses relatórios tipo “Kinsey, Master-Johnsons”, não me lembro, informa que uns 60% das mulheres casadas já traíram o marido. Bem, se eu for me basear na minha experiência, mormente até uns 15 anos atrás (eu era bonito e insinuante; agora, mais velho, com menos energia) creio que deve ser mais de 60%. Acho que já fui pra cama com – por baixo – umas 50 mulheres casadas sem que os maridos – geralmente machões ciumentos – viessem a saber. Não conto, aqui, os swings, ménages e consentidos; só as traições, mesmo. E acho que a maioria delas eram mães e esposas dos tais “comedores”, que se sentem os espertos do pedaço.
Homens e mulheres que partilharam nossa cama, assim como casais com que Rose e eu já nos aventuramos (eu hetero, ela bi), tratamo-nos com leveza, risadas, camaradagem: “Olha o que ele está fazendo, querido!” “Troquem de posição” “Meus bens!” “Como ela é gostosa!”... Ninguém quer humilhar, nem dar uma de superior. Se alguém destoa, broxada geral e interrupção.

Leon e Rose disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Leon e Rose disse...

Rose e eu desistimos das redes sociais.
Após os contatos que fizemos com homens - inclusive com pessoas bacanas, mas que não conseguiram badalar nossos sinos - decidimos permanecer "recrutando" nossos amantes em cidades vizinhas, e pelo sistema natural, ao vivo: olhos nos olhos, sorrisos, sedução, abordagem. Ela é uma balzaca suficientemente atraente, e eu, apesar da idade avançada (65), ainda atraio, também, com meu tipo paizão grisalho. Como ela é bi, curtimos mais ménage feminino; masculino, com um amante tradicional dela.
Permanecemos na rede mais pra tentar contatar casais (SÓ CASAIS) pra trocar relatos, experiências, e principalmente antecipar "ciceronagens" recíprocas: recebam-nos em Manaus (ou Sampa, ou Rio, para onde costumamos viajar de férias), passeiem-nos (sempre ficamos em hotel) e retribuiremos aqui (não digo onde, salvo após contato por cam às sextas e sábados após as 22, com filhos adormecidos).
Não temos sido bem sucedidos. Em novembro estaremos em Manaus. Alguém pode nos indicar casais de lá?

Leon e Rose disse...

Por que abri esse tópico.
Decidi abrir esse tópico num dia em que estávamos - Rose e eu - navegando em busca de sites de menage masculino e vimos num blog - suponho que alguns de vcs terão visto - fotos de um cara de uns 50 anos, de corpo inteiro, mostrando o próprio pau, minúsculo, e comparando com o do amante da mulher encostado no rosto dela, avantajado, acompanhado com textos deprimentes: que com um pauzinho assim ele era consciente de que tinha que ser mesmo corno, quegrande satisfação lhe dava a mulher e o amante o humilharem, rirem dele enquanto transavam, referirem-se ao mau dote, enquanto ele os fotografava em pleno ato, voltados para ele e rindo. Eu brochei, e Rose também. Achei que seus filhos, parentes, ou até um médico, sei lá, deviam agir judicialmente para forçá-lo a tratar-se com um psiquiatra, e recomendo o mesmo aos que se excitaram com aquilo. Não acho que isso deve ser respeitado como uma modalidade de erotismo; vejo isso como doentio, mais ainda que necrofilia ou pedofilia. Como estará a auto-estima daquele anormal? Pareceu-me à beira do suicídio.

Anônimo disse...

Li os comentários do casal Leon e Rose, com os quais concordo. Durante muitos anos pratiquei menage masculino, mas em nenhum dos eventos com casais, percebi a vontade do marido em ser chamado de corno. Esse tipo de comportamento deve ser fruto de mentes doentes, que buscam o prazer na sensação de se sentirem humilhados. Felizmente são casos raros.
Numa relação a três (HMH), o centro das atenções é a mulher, quem realmente comanda a festa.
Respeito mutuo aos limites, carinho e proteção à saúde, devem balizar esses relacionamentos.

Anônimo disse...

pudera tdos os casais serem asim,liberais .E muito gstoso e aproxima mais o kasal.

Anônimo disse...

Adoro sexo bem feito, com longas preliminares, demoradas penetra'~oes, onde vc poderá se sentir arrombada, saciada, abusada, voltar para casa toda gozada e com o corpo impregnado com o cheiro de meu pinto pelo corpo todo.Tenho corpo musculoso, pele clara, olhos castanhos claros, cabelos pretos lisos, ótimo nível, limpo educado, discreto,com local para encontros.
claudiosorocaba@ig.com.br
Aguardo retorno.Bjs